Home | @busar | FAQ | Notícias | Processos | Imprimir | CADASTRO | ATUALIZAÇÃO | PAGAMENTO | SEU IP : 54.162.166.214
ABUSAR e INTERNET 
Apresentação
Como se inscrever
Benefícios
Atualizar Cadastro
Teste de LOG OFF
Perguntas freqüentes
Links recomendados
Contatos
Custos

Biblioteca
Dados Internet Brasil 
Material de imprensa
Notícias: News Fórum
Notícias publicadas
Termos/Cond. de Uso
Circulares
Linha do Tempo

LEGISLAÇÃO
Justiça
Processos
Regulamentação Anatel
Documentos
Consulta Pública 417

TECNOLOGIA
Manuais
Modems - Configuração
Testes de Velocidade
Conexão/Traceroute
Autenticação
Tutoriais
Tecnologias
VoIP
Portas
Provedores
Antivirus
Hardware Cabos
Linux: dicas de uso
Redes privadas VPN
Softwares (download)
FTP Abusar Pitanga

SEÇÕES
AcesseRapido
ADSL
AJato
BRTelecom
Cabo
Humor
Neovia
Rádio
Sercomtel
StarOne
TV Digital
Velox
Vesper Giro
Virtua

Serviços GDH


Guia do Hardware

Fórum GDH

Serviços ModemClub

SpeedStat
Teste sua conexão
Mostra IP
Descubra seu IP e Host Name
Suporte ModemClub

Fórum Banda Larga

Clube das Redes
Clube do Hardware
ConexãoDLink
Fórum PCs
InfoHELP -
Fórum
Portal ADSL - Fórum
PCFórum
- Fórum
Tele 171

Fale com a ABUSAR
Escreva ao Webmaster
Material de imprensa

Copyleft © 2002 ABUSAR.org
Termos e Condições de Uso

Speakeasy Speed Test

WEBalizer

Webstats4U - Free web site statistics Personal homepage website counter


Locations of visitors to this page
 

Entendendo problemas com conexões Banda Larga.

Por: Henrique Rodrigues - 3 de agosto de 2006 - Keywords: ADSL, PPPoE, Dlink.

A parte de DSL Parameters deste tutorial é valida para qualquer router de internet, seja Dlink, 3Com, Alcatel, UsRobotics, acessando a interface de configuração disponível no IP do hardware ex: http://10.1.1.1 ou http://192.168.1.1

A parte de Autenticação e Logs é válida para os modems que utilizem PPPoe/PPPoa que estejam utilizando o modo Routed, haja visto que os controles de autenticação para os hardwares utilizando o modo Bridge (1483 Encapsulated) são feitos pelo discador.

Os parâmetros DSL são responsáveis por uma conexão xDSL de qualidade, pois se não estiverem em níveis pré estabelecidos poderão causar erros que decorrem de retransmissão de pacotes, o que pode ser refletida para o usuário como lentidão na conexão.

Outro fato comum é encontrar nestes parâmetros a razão de instabilidade no link, pois a conexão fica constantemente caindo e restabelecendo. Geralmente isso se deve a emendas mal feitas, gambiarras ou fios velhos, e o nome utilizado em alto nível para descrever estes problemas de forma limitada pelas operadoras, simplesmente como Qualificado ou não qualificado.

SNR Margin: (Signal Noise Relation) – Relação Sinal/Ruído, é a diferença medida em dB entre o sinal e o ruído.

Ou seja: Se a diferença entre o sinal e o ruído forem muito pequenas, torna-se impossível distinguir o que é sinal e o que é ruído.

A relação sinal/ruído geralmente é adotada para indicar também a faixa dinâmica (dynamic range) do equipamento, ou seja, a gama de intensidades que podem ocorrer no mesmo, e que vai desde o menor sinal (que está próximo do "piso" do ruído) até o máximo sinal sem distorção. Quanto maior, melhor.

Outro parâmetro a ser observado é o LINE ATTEN, que é a atenuação existente na linha, também conhecida por perda na transmissão, ou seja: é desejável que seja o menor possível.

CRC: “Cyclic Redundancy Checking" (CRC) em termos gerais é uma função matemática , para verificar se os dados estão sendo transmitidos com sucesso. Quando há erros CRC, uma nova transmissão pode ser solicitada para aquele pacote.

Ou seja: Se o hardware estiver acusando muitos erros CRC, pode ser evidencia de ruído na transmissão.

Além disso, o router mostra também os canais pré configurados do DSLAM da operadora, no caso abaixo 416kbps para download e 224kbps para upload.

Fig1: Tela Wan/Dsl/DSL PARAMETERS

Estando tudo bem com a linha, não há porque o link ADSL não subir.

Abaixo segue um LOG do Modem Dlink 500G2 em modo router:

System UP: O hardware foi ligado

DSL Interface UP: O hardware reconheceu a linha com sucesso

ATM Vc Up: As redes ADSL são baseadas em ATM, por isso necessitam de um Virtual path e um Virtual channel, não vem ao caso explicar detalhadamente o que são não faz parte do escopo deste estudo, mas cada operadora tem o seu. Em Brasília, utilizamos VP=0 e VC=35 tanto na GVT quanto na Brasil Telecom.

Sending Config Req: Neste pacote, o router envia a solicitação de autenticação.

Config packet received: Neste pacote, o router recebeu a solicitação enviada.

Authentication Successfull: O modem recebeu com sucesso a autenticação e está pronto a navegar, em seguida recebe o IP designado e os 2 servidores DNS que irá utilizar.

*Outra saída possível seria authentication failed. (Verificar o usuário e senha validos) ;c)

Fig2: Tela Admin/Alarm

Os Routers 500T e 500G4 tem outro formato de tela mais atual,

Mas que contém os mesmos parâmetros:

Fig 3: Status/ADSL

Fig4: Status/LOG

Similar à tela do 500G2, mas aqui vemos os termos PADI e PADT packets, que são respectivamente:

PPPoE Active Discovery Initiation (PADI) – O cliente PPPOE envia um pacote de descoberta inicial, para o endereço de broadcast.

PPPoE Active Discovery Offer (PADO) - O servidor PPPOE ou DSLAM deve responder ao PADI com um PADO se ele puder fornecer uma conexão ao solicitante através do endereço Unicast.

PPPoE Active Discovery Request (PADR) - Depois de recebido um PADO, o cliente responde com um PADR enviado ao endereço Unicast do Servidor PPPOE ou DSLAM.

PPPoE Active Discovery Session-confirmation (PADS) - Quando recebe um PADR, a confirmação PADS é enviada de volta ao cliente.

PPPoE Active Discovery Terminate (PADT) – É o pacote de finalização da seção PPPoE.

Aproveitando o artigo sobre PPPoE e respondendo a uma pergunta já conhecida: 
Qual a taxa de transferência nominal e real de um link de 512kbps?

KB/s significa milhares de bytes por segundo, já Kbps significa milhares de bits por segundo. Um byte tem 8 bits; então, para transferir 1 byte por segundo você precisa, no mínimo, de 8 bits por segundo.

512kbps = 512000bps ou 512 mil bits por segundo, mas como o computador grava os bits em bytes:

Se 1 Byte = 8 Bits, temos que:

512/8 = 64KB/s

Esta é a taxa nominal, entretanto a taxa de transferência é afetada por uma série de fatores, um deles é o famoso overhead do encapsulamento.

OVERHEAD DO PPPOE

Para interfacear entre ambientes Lan/Wan, realizando as tarefas de encaminhamento de pacotes entre os diferentes roteadores, ao longo da concatenação de camadas envolvidas são instituídos overheads para controle das informações.

O VALOR PRECISO PARA ESTE CASO É DE 13%

O Encapsulamento consiste em:

ATM (53 octet - 48 octetos de payload, 5 octetos de cabeçalho)
TCP overhead é 24 octetos por MSS (normalmente 1452)
IP overhead é 20 octetos por MTU - PPPoE (normalmente 1492)
PPPoE overhead é 8 octetos por MTU (normalmente 1500 – o tamanho de 1 Frame ethernet)

Então logo:

ATM overhead, é de 9.4 %
TCP overhead é de 1.65 %
IP overhead é de 1.30 %
PPPoE overhead é de 0.53 %

TOTAL = 12.88% de informações necessárias à tecnologia empregada no controle das informações transmitidas.

Calculando, temos que um link de 512kbps -12.88% de Overhead, tem como taxa líquida real de 446.05kbps, ou 55.75 KB/s.

Referencias:

http://www.carricksolutions.com/pppoe.htm

http://www.softwarepatch.com/tips/cyclic-redundancy.html

Google

Digite os termos da sua pesquisa
   
Enviar formulário de pesquisa 

Web www.abusar.org
KoriskoAnim.gif

Internet Segura

Teste a qualidade de sua conexão Internet

abusarXspeedy.jpg (29296 bytes)

AGE - OSCIP

Limite de Download

DICAS

Você pode ser colaborador da ABUSAR
Envie seu artigo, que estudaremos sua publicação, com os devidos créditos !

Compartilhamento de Conexão

Alteração de Velocidade

Mudança de Endereço mantendo o Speedy Antigo

Cancelando o Speedy

Comparação entre Serviços de Banda Larga

Qual a melhor tecnologia da banda larga?

Como saber se seu Speedy é ATM, Megavia, PPPOE ou Capado (NovoSpeedy)  

Guia para reduzir gastos Telefônicos

Economizando Megabytes em sua Banda Larga

"Evolução" dos Pop-ups do Speedy

SEGURANÇA

Crimes na internet? Denuncie

Segurança antes, durante e depois das compras

Acesso a bancos
Uma ótima dica, simples mas muito interessante...

Curso sobre Segurança da Informação

Uso seguro da Internet

Cartilha de Segurança para Internet
Comitê Gestor da Internet

Guia para o Uso Responsável da Internet

Dicas de como comprar
com segurança na internet

Site Internet Segura

Dicas para navegação segura na Web

Proteja seu Micro

DISI,jpg
Cartilha de segurança para redes sociais

Cartilha de segurança para Internet Banking

Cartilhas de Segurança CERT

  1. Segurança na Internet
  2. Golpes na Internet
  3. Ataques na Internet
  4. Códigos Maliciosos (Malware)
  5. SPAM
  6. Outros Riscos
  7. Mecanismos de Segurança
  8. Contas e Senhas
  9. Criptografia
 10. Uso Seguro da Internet
 11. Privacidade
 12. Segurança de Computadores
 13. Segurança de Redes
 14. Segurança em Dispositivos Móveis

Proteja seu PC
Microsoft Security

AÇÃO CIVIL PÚBLICA - MPF
HISTÓRICO
- Processo - Réplica - Quesitos - Decisão

Quer pôr fotos na Web e não sabe como?

Mantenha o Windows atualizado (e mais seguro) !

Tem coisas que só a telecômica faz por você !

Terra

Rodapé


Fale com a ABUSAR | Escreva ao Webmaster | Material de imprensa
Copyright © 2000 - 2009 ABUSAR.ORG. Todos os direitos reservados.
Termos e Condições de Uso
www.abusar.org - www.abusar.org.br

 Search engine technology courtesy FreeFind