Home | @busar | FAQ | Notícias | Processos | Imprimir | CADASTRO | ATUALIZAÇÃO | PAGAMENTO | SEU IP : 54.224.164.166
ABUSAR e INTERNET 
Apresentação
Como se inscrever
Benefícios
Atualizar Cadastro
Teste de LOG OFF
Perguntas freqüentes
Links recomendados
Contatos
Custos

Biblioteca
Dados Internet Brasil 
Material de imprensa
Notícias: News Fórum
Notícias publicadas
Termos/Cond. de Uso
Circulares
Linha do Tempo

LEGISLAÇÃO
Justiça
Processos
Regulamentação Anatel
Documentos
Consulta Pública 417

TECNOLOGIA
Manuais
Modems - Configuração
Testes de Velocidade
Conexão/Traceroute
Autenticação
Tutoriais
Tecnologias
VoIP
Portas
Provedores
Antivirus
Hardware Cabos
Linux: dicas de uso
Redes privadas VPN
Softwares (download)
FTP Abusar Pitanga

SEÇÕES
AcesseRapido
ADSL
AJato
BRTelecom
Cabo
Humor
Neovia
Rádio
Sercomtel
StarOne
TV Digital
Velox
Vesper Giro
Virtua

Serviços GDH


Guia do Hardware

Fórum GDH

Serviços ModemClub

SpeedStat
Teste sua conexão
Mostra IP
Descubra seu IP e Host Name
Suporte ModemClub

Fórum Banda Larga

Clube das Redes
Clube do Hardware
ConexãoDLink
Fórum PCs
InfoHELP -
Fórum
Portal ADSL - Fórum
PCFórum
- Fórum
Tele 171

Fale com a ABUSAR
Escreva ao Webmaster
Material de imprensa

Copyleft © 2002 ABUSAR.org
Termos e Condições de Uso

Speakeasy Speed Test

WEBalizer

Webstats4U - Free web site statistics Personal homepage website counter


Locations of visitors to this page
 

A IMPORTÂNCIA DA CONCORRÊNCIA NAS TELECOMUNICAÇÕES
CARLOS ARI SUNDFELD
O Jornal Livre
- Itaboraí - ANO XI - EDIÇÃO Nº. 496 - 17/05/2007

A organização da vida econômica é produto de múltiplas influências. Entre elas, importa neste momento destacar três: 
a) a dinâmica do livre mercado, resultante da competição efetiva entre agentes econômicos; 
b) o poder econômico, que interfere no mercado, distorcendo-o e afetando a livre competição; e 
c) a ordenação estatal. 

Esta última tanto pode interferir no livre mercado para quebrar sua dinâmica própria, quanto pode controlar o poder econômico, para compensar a ausência de uma dinâmica de mercado.

Muitas perguntas têm ficado no ar, como vemos:

1. Porque as empresas "espelho" que iriam concorrer com as concessionárias, inicialmente em condições mais vantajosas, à exceção da GVT, não decolaram?

2. Porque não existem empresas interessadas em concorrer com as concessionárias desde que terminou o prazo das "espelho" e poderiam entrar no mercado sem licitação e sem as obrigações de universalização?

3. Porque as próprias concessionárias não adentraram as áreas de concessão das demais, permitido desde 2002?

4. Porque a GVT e a Embratel, para atender seus clientes com telefonia local e links dedicados estão duplicando as redes das concessionárias ao invés de usarem os pares metálicos (aumentando os custos para o consumidor) que teriam direito de compartilhar?

5. Porque as empresas SCM não conseguem usar as redes das concessionárias para criar o seu próprio serviço ADSL?

6. Porque os planos de numeração das SCM não saem do papel?

7. Porque as empresas SCM e os provedores de Internet independentes não conseguem comprar insumos de telecomunicações em condições de concorrer em preço com o ADSL das operadoras?

8. Porque não existe isonomia na compra de insumos de telecomunicações pelas empresas SCM e os provedores de Internet independentes, em relação aos preços pagos pelas empresas das próprias empresas das concessionárias?

9. Porque as empresas das concessionárias e às vezes elas mesmas, estão atuando em mercados vedados por serem passíveis de contaminação pelo poder econômico e pela posse dos meios de telecomunicações?

10. Porque o roaming de celulares de uma dada empresa ocorre com a rede de outras empresas nos grandes centros, e nas cidades atendidas por apenas uma ou duas operadoras isto não ocorre?

11. Porque existem milhares de pequenas localidades não atendidas por celulares, pelo fato de não existir interesse econômico das operadoras, sendo que muitas outras empresas se interessariam em prestar o serviço caso não tivessem que pagar pela concessão?

12. Porque não é dado um prazo máximo para que as empresas vencedoras das licitações nestas áreas atendam a todos os municípios, sob pena de perderem a exclusividade nestas regiões?

13. Porque as concessionárias, quando instadas pela Anatel a cessar determinadas práticas, continuam a fazê-lo de outro modo, com a mesma finalidade?

14. Porque a Interconexão classe V é impossível de ser negociada entre as empresas SCM e as operadoras?

15. Enfim, porque existem tantas localidades não atendidas por Internet, celulares e outros serviços?

A Legislação previu todos estes problemas e preparou o setor para a concorrência, mas a regulamentação específica, a atuação preventiva e a atuação coercitiva da Anatel não ocorreram.

Caso tivesse ocorrido não teríamos tantas lacunas de atendimento, os serviços seriam melhores e os preços ao consumidor menores.

Vejamos a tão falada "Inclusão Digital", que segundo as autoridades seria levar a banda larga de Internet a todas as localidades do país. O que deveria ter ocorrido caso tivéssemos concorrência no setor?

1. Banda disponível a custo razoável - Havendo concorrência entre as várias operadoras do STFC, inclusive entre as concessionárias atuando nas regiões de concessão das demais, aumentaria a oferta de banda e, através da concorrência, cairiam os preços. Estas empresas concorreriam entre si para vender banda tanto para as empresas SCM quanto para os provedores de internet, que por seu lado, concorreriam entre si pelos consumidores finais.

2. Mesmo que as concessionárias não quisessem fazer investimentos para levar a banda aos rincões do país, outras operadoras, podendo usar fibras ópticas apagadas, torres, dependências, etc., tudo de forma onerosa a preços razoáveis, teriam interesse, como demonstram as mais de 580 empresas SCM, poucas delas em poder das concessionárias, que tiraram as suas licenças acreditando que poderiam fazer isto.

3. Comprando a banda das concessionárias, de outras operadoras ou levando elas mesmas esta banda até os municípios mais longínquos, através do compartilhamento das torres existentes, que estão sob a posse das concessionárias (mas que pertencem à união) as empresas SCM poderiam oferecer a banda a Provedores de Internet ou poderiam, elas mesmas, construir redes WI-FI, como já vem fazendo em mais de 3500 localidades, ou WIMAX (se pudessem concorrer com as operadoras na licitação pelo espectro de 3,5 e 10,5 GHz).

4. Poderiam ainda mais, caso pudessem compartilhar as redes locais com as concessionárias. Estas não tem interesse em disponibilizar o ADSL nas pequenas localidades, mas as empresas SCM tem custos locais muito inferiores e poderiam instalar equipamentos para disponibilizar o ADSL aos consumidores.

A tão falada inclusão digital já seria uma realidade sem qualquer custo adicional para os governos, o que ainda poderá ocorrer caso passe a existir a concorrência, o compartilhamento de infra-estrutura e a Interconexão classe V no setor.


Google

Digite os termos da sua pesquisa
   
Enviar formulário de pesquisa 

Web www.abusar.org
KoriskoAnim.gif

Internet Segura

Teste a qualidade de sua conexão Internet

abusarXspeedy.jpg (29296 bytes)

AGE - OSCIP

Limite de Download

DICAS

Você pode ser colaborador da ABUSAR
Envie seu artigo, que estudaremos sua publicação, com os devidos créditos !

Compartilhamento de Conexão

Alteração de Velocidade

Mudança de Endereço mantendo o Speedy Antigo

Cancelando o Speedy

Comparação entre Serviços de Banda Larga

Qual a melhor tecnologia da banda larga?

Como saber se seu Speedy é ATM, Megavia, PPPOE ou Capado (NovoSpeedy)  

Guia para reduzir gastos Telefônicos

Economizando Megabytes em sua Banda Larga

"Evolução" dos Pop-ups do Speedy

SEGURANÇA

Crimes na internet? Denuncie

Segurança antes, durante e depois das compras

Acesso a bancos
Uma ótima dica, simples mas muito interessante...

Curso sobre Segurança da Informação

Uso seguro da Internet

Cartilha de Segurança para Internet
Comitê Gestor da Internet

Guia para o Uso Responsável da Internet

Dicas de como comprar
com segurança na internet

Site Internet Segura

Dicas para navegação segura na Web

Proteja seu Micro

DISI,jpg
Cartilha de segurança para redes sociais

Cartilha de segurança para Internet Banking

Cartilhas de Segurança CERT

  1. Segurança na Internet
  2. Golpes na Internet
  3. Ataques na Internet
  4. Códigos Maliciosos (Malware)
  5. SPAM
  6. Outros Riscos
  7. Mecanismos de Segurança
  8. Contas e Senhas
  9. Criptografia
 10. Uso Seguro da Internet
 11. Privacidade
 12. Segurança de Computadores
 13. Segurança de Redes
 14. Segurança em Dispositivos Móveis

Proteja seu PC
Microsoft Security

AÇÃO CIVIL PÚBLICA - MPF
HISTÓRICO
- Processo - Réplica - Quesitos - Decisão

Quer pôr fotos na Web e não sabe como?

Mantenha o Windows atualizado (e mais seguro) !

Tem coisas que só a telecômica faz por você !

Terra

Rodapé


Fale com a ABUSAR | Escreva ao Webmaster | Material de imprensa
Copyright © 2000 - 2009 ABUSAR.ORG. Todos os direitos reservados.
Termos e Condições de Uso
www.abusar.org - www.abusar.org.br

 Search engine technology courtesy FreeFind